Primeiros Socorros

Quais são os sinais de apoio?

Para prestar qualquer tipo de atendimento de primeiros socorros é muito importante entender alguns conceitos básicos dos sinais que o corpo emite, e que servem de informação para a determinação do estado físico da vítima.

Os sinais de apoio, por exemplo, são emitidos em função do estado de funcionamento dos órgãos vitais, podendo haver alterações em casos de hemorragia, parada cardíaca, entre outros.

Vamos conhecer cada um deles?

  • Dilatação e reatividade das pupilas

Tanto a dilatação quanto a reatividade das pupilas são sinais de apoio muito importantes. Uma pupila totalmente dilatada indica que o cérebro não está recebendo oxigênio, o que pode ocasionar danos cerebrais graves.

Mas como checar as pupilas? Por meio de uma fonte de luz lateral consegue-se observar o estado das pupilas da vítima. Uma das coisas que você deve observar é o diâmetro delas. Confira na tabela:

 

  • Cor e umidade da pele

Para observar este outro sinal de apoio, é preciso olhar a cor e a umidade da pele (da face) e das extremidades dos membros, local onde as alterações se manifestam primeiro. Para você compreender melhor, confira a tabela abaixo:

  • Estado de consciência

Quando nos deparamos com uma pessoa acidentada, ela pode estar em estado de consciência plena, quando é capaz de informar com clareza sobre o seu estado físico. Podemos encontrá-la também inconsciente, em coma, ou ainda, podendo apresentar sinais de apreensão excessiva, olhar assustado, face contraída e medo.

  • Motilidade e sensibilidade do corpo

A falta de sensibilidade no corpo é um sinal de apoio que pode nos fornecer várias informações. Podendo indicar uma paralisia da área, lesão do nervo do membro, lesão na medula espinhal, lesão do nervo periférico (facial) ou até uma lesão cerebral.

 

Fonte: Manual de Primeiros Socorros – Núcleo de Biossegurança (Fundação Oswaldo Cruz).

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: