Palavra do Presidente

Por momentos que valem a pena

1998.

Foi nesse ano que a nossa história começou…

Se eu fazia ideia de que 23 anos depois, seria Diretor Presidente de uma empresa com mais de 1.700 profissionais, mais de 13 bases operacionais em diversas cidades, atuação em 15 Estados brasileiros, e além de tudo isso, desenvolveria soluções de telemedicina nos EUA e teria a responsabilidade de cuidar de mais de 60 Unimeds no Brasil?

Não.

Nessa época, eu não tinha a menor ideia do tamanho que a Medilar teria.

Devo confessar que eu sou um profissional ambicioso e inquieto. Em todos os campos da minha vida, nunca foi o suficiente ser apenas bom, eu sempre busquei entregar o melhor.

Mas, não pense que a minha trajetória e, concomitantemente, a da Medilar foram sempre um mar de rosas.. Enfrentamos desafios gigantes para chegar até aqui. E, como em todos os grandes projetos, ônus e bônus estão inseridos no processo de crescimento e na consolidação de uma empresa.

Assim, como diversas organizações, nós também tivemos erros e acertos.

Hoje, posso dizer que eu e minha equipe trabalhamos para construir uma companhia sólida no mercado. Feita por pessoas que são apaixonadas por … cuidar de pessoas.

E quando pensei que já havia passado por tudo nessa vida…

2020.

Nunca imaginei viver em um mundo, onde o contato humano pudesse ser uma ameaça à vida.

Você deve ter sentido a mesma sensação que eu, um filme de ficção científica sem fim. A pergunta que nos resta é: onde estão os créditos finais desse longa-metragem?

Da noite, para o dia, o mundo parou.

A Medilar, por outro lado, precisou acelerar o seu ritmo. A vida, mais do que nunca, clamava por nossa ajuda e cuidado.

Trabalhamos incansavelmente para garantir que muitas vidas sigam em frente.

E, todo o trabalho e desafios com os quais lidamos para chegar até aqui valeram muito a pena. Sabe o porquê?

O sentimento de gratidão pode ser expresso de várias formas, por meio de palavras, emoções e por que não com um desenho?! 

Essa obra de arte despretensiosa foi feita pela Gabi, uma garotinha de aparentemente 6 anos que entregou esse presente ao nosso colega Dr. Gabriel e a sua equipe do SOS UNIMED. Enquanto os profissionais avaliavam o quadro clínico de sua avó, no outro ambiente da casa, ela expressava na folha em branco o que seus olhos viam e seu coração sentia: esperança.

Esperança de um amanhã para a sua querida avó.

Poder garantir o amanhã de tantas pessoas, é isso que nos move. Ao longo desses 23 anos, eu posso garantir que são momentos como esse e tantos outros vivenciados nos bastidores, que valem todos os desafios que nos dispomos a realizar, dia após dia reafirmando a nossa missão: salvar vidas e garantir muitos amanhãs.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: